quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Livro Educação Musical e Práticas Instrumentais é lançado terça-feira, 19 de setembro, no campus Juazeiro do Norte

Quinta, 14 Setembro 2017 11:31
O Núcleo de Estudos em Educação Musical (NEMus) lança o livro Educação Musical e Práticas Instrumentais, no dia 19 de setembro, às 9h30, no auditório do campus Juazeiro do Norte da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A obra, organizada pelos professores do curso de Música da UFCA, Antônio Chagas e Robson Almeida, reúne artigos de docentes e discentes de seis instituições de ensino superior, UFCA, Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal do Tocantins (UFTO), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).
O livro apresenta diferentes formas de se pensar o ensino de instrumentos musicais, a partir de um diálogo entre a prática, a performance e a educação musical. De acordo com o professor e organizador da obra, Antônio Chagas, “não existe um modelo de performance, interpretação e formação musical, mas diferentes fluxos artísticos e culturais que compõem a formação de um instrumentista”. Nessa perspectiva, a obra busca refletir sobre aspectos importantes, que vão além da técnica, para a formação do músico.

NEMus

O Núcleo de Estudos em Educação Musical (NEMus) é um grupo de pesquisa da Universidade Federal do Cariri (UFCA) formado em 2015. O grupo possui duas linhas de pesquisa: Aprendizagem Musical Compartilhada e Práticas Metodológicas para o Ensino de Instrumentos, com orientação dos professores Robson Almeida e Antônio Chagas. Neste semestre, os encontros do grupo ocorrem semanalmente, às quartas-feirasàs 13h, na sala G116 (bloco roxo).
Serviço

Lançamento do livro Educação Musical e Práticas Instrumentais

Data: 19 de setembro
Hora: 9h30
Local: auditório do campus Juazeiro do Norte da UFCA
FONTE: UFCA

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Arranjos

Arranjos para Quarteto de Saxofone
 1. Sapato Velho

Arranjos Para Quinteto de Saxofones
1. Aquele Chorinho

Arranjos para Banda de Música
 1. Assum Preto

sábado, 18 de julho de 2015

Tese: APRENDIZAGEM MUSICAL COMPARTILHADA: A PRÁTICA COLETIVA DOS INSTRUMENTOS DE SOPROS/MADEIRAS NO CURSO DE MÚSICA DA UFCA

APRENDIZAGEM MUSICAL COMPARTILHADA:
A PRÁTICA COLETIVA DOS INSTRUMENTOS DE SOPROS/MADEIRAS NO CURSO DE MÚSICA DA UFCA

RESUMO: O presente trabalho busca refletir e compreender sobre as práticas pedagógicas no ensino de instrumentos de sopros/madeiras (flauta transversal, clarinete e saxofone) que ocorrem no Curso de Música da Universidade Federal do Cariri – UFCA, na perspectiva do compartilhamento e da diversidade de saberes. Para tanto, a pesquisa foi realizada com os estudantes das turmas ingressantes em 2010, 2011, 2012 e 2013, utilizando como metodologia o paradigma interpretativo dentro do estudo de caso e a pesquisa-ação. Como coleta de dados foram utilizados registros audiovisuais, entrevistas, questionários, diário de campo e observações. Utilizei como suporte teórico principalmente o conceito de interação e de zona de desenvolvimento proximal – ZDP, de Vygotsky (1998); a ideia de Ecologia de Saberes, de Santos (2010); o modelo C(L)A(S)P, de Swanwick (1979); as ideias de Sacristán (2008) sobre o currículo e a idéia de reflexão sobre a prática docente à luz de Freire (1996), para aprofundar a proposta de Aprendizagem Musical Compartilhada que entendo ocorrer neste contexto. Para subsidiar o trabalho, busquei ainda refletir sobre as propostas pedagógicas direcionadas para a prática coletiva de instrumentos de sopros que atualmente ocorrem na Educação Musical brasileira, buscando um aprofundamento de aprendizagem musical coletiva, tendo como base a literatura existente e minha trajetória formativa. Esta pesquisa me permitiu desvelar e aprofundar teoricamente a ideia de Aprendizagem Musical Compartilhada ampliada pela ecologia de saberes e pela zona de desenvolvimento proximal que emergiu do contexto pesquisado. Com isso, surgiram ações que mostraram aprendizagens múltiplas, dentre elas no instrumento musical, (flauta transversal, clarinete e saxofone), abrangendo o viés técnico, criativo e musical, as quais são derivadas das ações de compartilha de conhecimentos. Essas aprendizagens podem ser potencializadas pela intencionalidade docente de alcançar a compartilha de saberes. Esta pesquisa ainda me possibilitou um trânsito nos currículos formal, informal e não formal, nos quais entendo ocorrer tais aprendizagens, os quais revelaram a compartilha musical e a construção da identidade docente nos estudantes envolvidos desde o ingresso na Prática Instrumental. Além disso, este estudo do contexto no qual estou inserido me proporcionou um novo olhar para a minha prática pedagógica, para o desenvolvimento do Curso de Música da UFCA e das abordagens utilizadas no processo de ensino e aprendizagem musical e ainda a compreensão do currículo que emerge da heterogeneidade de instrumentos, da ecologia de saberes e da Aprendizagem Musical Compartilhada.

Palavras-Chave: Prática Instrumental. Aprendizagem Musical Compartilhada. Identidade Docente.

Para Baixar a Tese Completa clique Aqui

terça-feira, 18 de março de 2014

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Kariri Sax em Nova Olinda

Workshop do Kariri Sax em Nova Olinda, na Fundação Casa Grande, no Projeto MAPEAMUS, em 01/11/2013

















Concerto do Kariri Sax

Concerto do Kariri Sax no CCBNB











Apresentação do Kariri Sax no Lançamento do Livro ARTES DO FAZER

Apresentação do KARIRI SAX no Lançamento do Livro ARTES DO FAZER: MÚSICA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NA UFC, 17/09/2013, no Centro Cultural do BNB.










sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Concerto do KARIRI SAX no BNB


Concerto do KARIRI SAX no BNB. Terça dia 05/11, às 19:00. Entrada Gratuita.


sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Fotos do Lançamento do Livro ARTES DO FAZER: MÚSICA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NA UFC

LANÇAMENTO DIA 17/09, NO CENTRO CULTURAL DO BNB EM JUAZEIRO DO NORTE, AS 18h

Agradecemos ao CENTRO CULTURAL DO BNB CARIRI, a PROCULT - UFCA, ao GOVERNO FEDERAL/MEC/SESu/PROEXT, a PREX/UFC, aos AUTORES e todos que contribuíram para a realização deste Projeto